segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

A arte de esperar


   A arte de esperar, ninguém gosta de esperar, quem diz que gosta de esperar esta mentindo ou é algum retardado que gosta de contrariar as pessoas, esperar nunca é uma situação agradável, nunca surge uma conversa legal, normalmente quando se esta esperando algo estamos rodeados de pessoas das quais não conhecemos ou simplesmente odiamos, já repararam que nas salas de espera nunca esta passando algo legal?...é sempre a Globo, parece que aquelas tevês só pegam a Globo, Tv de 4k, digital, analógica, LCD, plasma, tubo, esta sempre sintonizada na Globo.

   Esses dias eu tive que ir ao medico, antes de tudo tenho que dizer que tive que marcar hora, beleza, eu esperava que quando chegasse lá no horário marcado seria atendido mas não, cheguei e ainda tive que esperar, caramba...pra que marcar horário se tem que esperar?...Parece que o medico tem duvida se você esta ou não doente então ele te deixa esperando para que quando você seja atendido você esteja doente, sim por que você espera tanto que acaba adoecendo de tanto esperar, ótima estratégia.

    Nesse mesmo lugar a secretaria que é uma daquelas pessoas que adora conversar sobre tudo com qualquer pessoa (chata é a palavra certa) começou do nada, digo do nada, a contar uma historia de quando caiu de bicicleta e quebrou uma parte do corpo, eu que estava junto de mais três pessoas estava claramente demonstrando a minha falta de interesse pela historia trágica da moça, mas mesmo assim ela não parou e continuou ...


   O pior de tudo é que tem gente que alimenta esse tipo de conversa com: “ah é?” “capaz?” “que coisa” “nossa” o que acaba impedindo que a emissora encerre sua historia dando continuidade assim ao clima constrangedor.

   Outra vez que fui ao medico (quando estava com diarreia) esperei tanto na fila que me caguei ali mesmo e nem sequer senti culpa por isso, já que era esse o objetivo do medico: ter certeza de que eu estava com o intestino frouxo. Certeza essa que eu, ele, as enfermeiras e os outros doentes tivemos quando vimos o caldo de bosta no chão.


   E uma das ultimas vezes que fui ao medico esperei tanto, mas tanto que quando fui atendido estava curado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário