domingo, 30 de agosto de 2015

PROFESSOR (a)

Professores, normalmente você os ama ou os odeia seja na escola no cursinho ou na faculdade é impressionante a quantidade de professores chatos e espíritos de porco que tem por ai, já tive professores muito bons no ensino médio, que realmente gostavam do que faziam, eram apaixonados pela matéria e transmitiam aquilo com gosto, o que acabava gerando interesse na galera, mas também tive por exemplo uma professora de química que tinha reprovado no exame pratico da CNH nada mais nada menos do que 5 vezes, e tem mais, olha só que exemplo magnífico essa Brasileira dava aos seus jovens alunos naquela época, ela ia de carro para a escola, era a professora vida loka. Alem de não ter controle sob os alunos, a aula era literalmente uma zona.

Na faculdade os professores gostam muito, muito, digo e repito, muito,muito e muito da famosa aula interativa (dinâmica), que exige a participação, elaboração de grupos para debate e outras besteiras que não vão te ajudar nada no dia da prova, no dia da prova você não vai poder debater com o colega a resposta de determinada questão, por que isso chamam de cola! sem contar que quando os grupos são formados tudo é discutido, menos a matéria. A aula interativa é uma desculpa para o professor que já esta de saco cheio de tudo e todos caminhar pela sala e falar uma pá de merda sem sentido com os alunos, isso quando não fica jogando paciência no laptop.

Alguns professores fazem uma aula bem interessante, mostram vídeos, dão exemplos reais e contemporâneos, fazem a aula ser muito interessante, mas em compensação alguns ao invés de dar 4 horas de aula dão 2 horas, as outras duas ficam com essa balelinha de dinâmica de grupo. É muito importante realmente a pessoa saber se relacionar, posicionar,debater, discutir , convencer e tudo mais, mas tem limite, não precisa fazer isso em TODAS as aulas.
Semana passada a aula de Segunda feira foi tão chata mas tão chata que cheguei ao ponto de pensar em desistir do curso, por que o professor simplesmente não passa a matéria, o cara dá meia hora de aula e o resto quer ficar caminhando na sala e conversando asneiras, sem falar que a aula dele não prende a atenção de ninguém, frases com muitas pausas,colocações duvidosas, as vezes quando fala não há como identificar se esta nos questionando ou afirmando algo, é realmente uma aula de bosta.

Chegou ao cumulo de explicar 20 minutos determinado tópico e no final falar: - Não faz sentido algum o que eu acabei de explicar agora!?!... ( é o fim da picada!).
Aula de terça feira que por sinal é uma psicóloga que leciona, a mulher estava naqueles dias e deu um banho de desanimo na galera, disse que hoje em dia é diferente de antigamente e que ninguém mais cursa por amor (quem faz isso?) talvez ela ouça tantos problema durante todo o dia que chega carregadaça para a aula e tem que desabafar com alguém (nós), ela exigiu mais participação e proibiu o uso do celular ( não me importo, não uso em aula, então pra mim não faz diferença!), eu sugeri em off pra galera na semana seguinte que chegássemos todos mais cedo na faculdade e que fossemos no bar encher a cara e na sequencia fossemos para aula, ai sim a professora ia ver o que é participação da turma, queria ver ela controlar a participação de um vomitando num canto, o outro dormindo, o outro desabafando e outros  promovendo uma mini suruba em sala de aula.

Não tenho nada contra os professores, na realidade tenho sim, contra esses, a verdade é que alguns alunos trabalham tanto durante o dia que simplesmente querem chegar na aula e ficar na sua ouvindo sobre matéria, também que existem personalidades diferentes, imagina uma empresa com todos os “colaboradores” com características idênticas, as vezes uma pessoa mais concentrada pode contribuir com informações mais concretas do que os falsos amigos oradores que aparecem na porcaria da dinâmica de grupo. E por fim, se ganhar mal é motivo pra dar uma aula merda, quer dizer que eu posso ser um funcionário incompetente na minha empresa e vou me escorar nessa opinião, ah espera ai pow!  Ganhar mal qualquer um pode dizer, a final o que sustenta o ser humano é a esperança, todos tem a esperança de melhorar e quando alcançam o que querem procuram sempre mais, nunca estamos satisfeitos, mas volto a dizer isso não é motivo para dar 10% de aula e 90% de dinâmica inútil que o colega fala da vida alheia. Depois reclamam que o mercado esta abarrotado de idiotas, talvez se a aula fosse um pouco melhor, somente um pouco o Brasil estaria formando melhores profissionais.


Só espero que na próxima semana a aula valha a pena!  

Nenhum comentário:

Postar um comentário