domingo, 12 de abril de 2015

O TEMPO

Depois do Carvanal e de todos aqueles outros feriados que ninguém quer saber o que significa, o ano começou, já estamos em Abril, quase na metade do ano, e parece que a partir de agora vai passar rápido, exceto quando começar o inverno que é um saco, pessoas ficam parecendo todas obesas, com nariz escorrendo, é um nojo.
Isso só me faz refletir o quanto a vida é curta e o que fazemos? trabalhamos, procriamos, adoecemos, envelhecemos e morremos e duas gerações depois ninguém mais se lembra de voce, ou vai me dizer que voce se lembra de quem foi a mãe da sua avó?...

Quando eu estava na 7ª ou 8ª serie, uma professora de portugues ( aquela que me atropelou, clique no link e leia:Ligue a seta, caralh#! ) disse para cada um da turma falar alguns ditados e lemas de vida, eu então disse: CURTA A VIDA POR QUE A VIDA É CURTA!!! no mesmo momento ela me respondeu que a  vida não é curta, eu não quis debater com ela se a vida era curta ou não, mas realmente é, por exemplo uma tartaruga vive até 200 anos, e nos humanos na media positiva, se cuidando muito chegamos aos 80, e  na melhor das hipoteses 100, a não ser que voce seja asiatico, ai chega ao 100 tranquilo.

Qual a diferença entre um medigo e um executivo para a humanidade? para a sociedade não, para a humanidade?  no final das contas ambos vão para o mesmo lugar e serão esquecidos a não ser que façam algo que marque a historia, pois se não o destino será o mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário