terça-feira, 17 de junho de 2014

Por que dizemos alô ao atender o telefone

Quando o Escocês  Alexandre Graham Bell patenteou o telefone, em 1876, queria que todo mundo atendesse o aparelho dizendo "ahoy", uma saudação náutica. Nessa época, uma preocupação geral era como cada interlocutor iria saber que o outro queria falar. Foi cogitado adotar uma campainha para um indicar o outro de quem era a vez. Mas, em 1877, Edison escreveu uma carta ao diretor da companhia telegráfica dos EUA dizendo que não tinha certeza se a campainha era mesmo necessária. Um mero "hello" ou "olá" já resolvia o impasse.
Por ser uma saudação mais comum que "ahoy", o "hello" acabou pegando rápido. O mais provável é que a palavra derive do termo húngaro "hallod", que significa "está me ouvindo?". O "alô" em português é uma tradução direta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário